Elas estão na construção

A construção civil era um mercado estritamente masculino. Era! As coisas estão mudando.
Segundo o extinto Ministério do Trabalho, estima que a absorção de mulheres pelo mercado da construção civil cresceu quase 50%, e que mais de 200 mil mulheres já trabalham com a construção civil hoje no Brasil. Muitas delas, encontram a oportunidade em meio à crise econômica. Buscam capacitação e adentram ao mercado que tem uma boa procura.

O que chama a atenção é a força da mulher em um dia a dia que exige muito esforço físico. Isso elas estão tirando de letra e acabam incrementando o requinte de detalhes e capricho.

O famoso toque feminino. Como são bem cuidadosas, elas são bastante requisitadas nas atividades que exigem mais paciência e precisão, como o acabamento, revestimentos de partes externas e a finalização dos detalhes. Quando a preocupação maior é a estética, a ajuda da força feminina faz a diferença.

O interessante também é ver como outras mudanças aparecem no mercado, como o surgimento dos EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) para mulheres e os canteiros que também passaram por adaptações com a inclusão de banheiros e vestiários femininos.
Esse cenário exemplifica bem a igualdade de gêneros e mostra a força e a competitividade da mulher em qualquer segmento de trabalho.

Voltar para blog

Está na dúvida de quanto de argamassa e rejuntamento vão ser necessários para sua obra?

Saiba a medida certa e economize. Vamos te ajudar!

Preencha os campos ao lado e clique em Calcular.

Selecione os produtos que deseja utilizar

Argamassa




Rejuntamento