5 dicas para concluir a reforma da sua casa

Ano novo, vida nova, casa nova! Isso mesmo, por que não aproveitar o precioso restinho do 13º salário para investir na sua própria casa? É o que muitas pessoas fazem durante o mês de janeiro. No entanto, algumas questões são importantíssimas nesse momento, como por exemplo onde começar, o que deve ser priorizado, o que cabe no orçamento, qual mão-de-obra é mais eficiente, entre outras dúvidas. Bruno Badan, gerente comercial da Cimentolit, empresa especializada em argamassas e rejuntes, dá dicas de como manter o controle durante todas as fases da obra.

Antecipe o projeto – O planejamento da sua obra deve ser desenvolvido com alguns meses de antecedência. Por exemplo: uma piscina para o verão deve ser planejada em junho enquanto que uma área de churrasqueira e forno a lenha para o frio deve ser pensada em dezembro. Mas atenção na pesquisa, procure lojas conceituadas e profissionais especializados, com referências no mercado.

Limite os gastos – Fazer o orçamento da reforma é trabalhoso, mas traz muitos benefícios, entre eles e talvez o mais importante: a economia. Opte por escritórios que te ofereçam uma planilha com todos os custos planejados. Este documento será seu guia, dará informações sobre o tamanho dos gastos e até onde seu bolso alcança. Com o orçamento completo em mãos, você poderá negociar valores e substituir itens para atingir a meta.

Um passo de cada vez – Para que o projeto ande como o esperado, é importante fazer um cronograma, definir as etapas cômodo a cômodo. Em seguida, pontue o que será reformado em cada espaço da sua casa.

Transtornos fazem parte – O seu cronograma fatalmente sofrerá alterações durante o percurso, como no caso do produto desejado estar sem estoque, a mão de obra pode estar escassa e os fornecedores atrasarem a entrega dos equipamentos. Mas não se preocupe, esses entraves são inerentes de uma obra, e tudo vai dar certo se você seguir o planejamento corretamente.

Invista em qualidade – Se é pra gastar, por que não ficar com o melhor que existe no mercado, não é mesmo? Sempre que possível, pesquise, compare e opte pelo produto mais confiável, com boas referências, pois valorizará a sua obra. Essa dica vale para móveis, eletrodomésticos, equipamentos, pisos e argamassas.

Voltar para blog

Está na dúvida de quanto de argamassa e rejuntamento vão ser necessários para sua obra?

Saiba a medida certa e economize. Vamos te ajudar!

Preencha os campos ao lado e clique em Calcular.

Selecione os produtos que deseja utilizar

Argamassa




Rejuntamento